Saúde do cérebro: o tempo conta na esclerose múltipla

Nos últimos anos temos assistido a uma rápida evolução em termos de critérios de diagnóstico, opções de tratamento e procedimentos de monitorização da esclerose múltipla (EM), bem como a uma melhor compreensão da doença em geral. No entanto, são necessárias grandes mudanças políticas para transformar estes avanços em melhores resultados para as pessoas com EM e para os seus cuidadores.

Um novo relatório, Saúde do Cérebro: o tempo conta na esclerose múltipla, apresenta recomendações de medidas destinadas a facilitar uma estratégia terapêutica com potencial para minimizar a atividade da doença e maximizar a saúde do cérebro ao longo da vida de pessoas com EM. O relatório baseado na evidência e elaborado por um grupo internacional e multidisciplinar de especialistas, foi publicado em 6 de outubro de 2015 e recebeu o apoio de diversas associações profissionais e grupos de apoio.

Este documento reproduz o sumário executivo e as recomendações de medidas do relatório. A nossa visão é que as recomendações serão usadas amplamente por aqueles que estão empenhados em criar um futuro melhor para as pessoas com EM e para os seus cuidadores.


Related content